Carsharing já é realidade em todo mundo: saiba mais!

Carsharing já é realidade em todo mundo: saiba mais!

Não é preciso ter um carro para sair dirigindo por aí!

Mas você já pensou se você pudesse compartilhar os custos do carro? Você não compartilharia ele com menos desgosto? Ou, então, já imaginou que ao invés de comprar um carro, você pode alugar um por alguns minutinhos? Afinal, talvez você não precise realmente de um carro, só precise usar em situações pontuais, para quê comprar um carro “inteiro” então? Esse é o conceito de carsharing, que não é tão novo, mas vem se popularizando pelo mundo com a ajuda dos apps de celular. O uso compartilhado de um automóvel. Quando consideramos todos os custos de aquisição e manutenção de um carro, talvez ele seja muito grande para suas necessidades.

Nem sempre gostamos de compartilhar o que é nosso, principalmente quando o que é nosso é tão caro quanto um carro. Inclusive, falando em carros, os seus custos não terminam com sua aquisição. Fora quitar possíveis empréstimos para a compra, ainda temos que pagar por gasolina, manutenção, seguro e outras contas. 

Por isso, em alguns países que esse conceito já uma realidade aplicada, muitas pessoas que não precisam de um carro a sua disposição por tempo integral acabam escolhendo participar de sistemas de carsharing ao invés de comprar um veículo para uso próprio. E essa lógica ainda é útil para os proprietários, que ao invés de deixarem seus automóveis parados na garagem, podem transformá-los em fontes de renda extra.

E ainda, não necessariamente o carro precise ter um dono, ao menos físico. O conceito, inclusive, surgiu nos Estados Unidos, lá pelos anos 2000, com uma empresa chamada Zipcar. Na época, a empresa tinha uma frota de apenas 4 carros. Já hoje em dia, são mais de 12 mil automóveis distribuídos da América à Ásia. 

E qual a diferença entre alugar um carro e o carsharing? 

Bom, quando alugamos um carro, geralmente o alugamos por grandes períodos de tempo ou para percorrer grandes distâncias. Já com o carsharing, a lógica é justamente contrária. Ele foi feito, pensando justamente para breves e curtas distâncias.

E também, quando alugamos um carro, a devolução do veículo ocorre no local onde ele foi alugado ou em outras sedes da empresa locatária. Enquanto que no carsharing, não necessariamente a devolução ocorrerá no mesmo local. Neste modelo, podem existir pontos espalhados por toda a cidade, assim aumentando a comodidade do seu motorista.

Além dessas diferenças, o carsharing ainda proporciona outras vantagens. Dá uma olhada!

O carsharing é sustentável!

Carsharing já é realidade em todo mundo: saiba mais!

Esse sistema é muito benéfico para as cidades! De acordo com a Zipcar, cada um de seus carros retira das pistas 15 veículos próprios, assim desafogando o trânsito a medida que mais gente adere. Esses negócios ainda priorizam carros mais novos, que têm baterias mais eficientes e emitem menos gases.

Além disso, quem acaba escolhendo participar de um carsharing ao invés de comprar um carro, muitas vezes acaba optando por fazer seus compromissos a pé ou então de bicicleta! 

Conveniência

A flexibilidade desse meio é outro dos seus carros chefes. Pelo uso de apps ou a internet, você pode ter acesso à veículos próximos qualquer hora do dia. E até devolvê-los em pontos mais convenientes ou próximos ao seu destino.

E quanto custa?

Tempo ou distância? Muitos dos apps utilizados disponibilizam essas duas opções para tarifar o serviço. E, a primeira vista, talvez pareça não valer a pena usar o serviço. No entanto, você deve ter em mente que vai alugar o carro apenas pelo período que estiver atrás das rodas. 

Porém, se você pretende fazer uma viagem pelo fim de semana, talvez o velho aluguel de carros compense mais.

Leia mais:
Intensivo de férias Autoescola Ella

Apps de transporte só para mulheres

Precisou sair? Saiba como higienizar os itens da sua bolsa!!


Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

WhatsApp chat
solicite um orçamento
close slider
solicite um orçamento