Dados provam: Homem ou Mulher? Quem tem a melhor direção?

Dados provam: Homem ou Mulher? Quem tem a melhor direção?

Mulher no volante, perigo constante? Parece que essa ideia ultrapassada está bem errada. Separamos uma lista de dados para você provar o contrário 

É muito comum que nós mulheres sejamos classificadas como más condutoras pelos homens. Seja pelo pai, irmão, filho, primo, colega de trabalho e, algumas vezes, até desconhecidos implicam com a nossa direção. Mas para ajudar vocês a não terem medo de dirigir, separamos alguns dados que provam que eles estão errados sobre a nossa condução:

Está provado que as mulheres se envolvem menos em acidentes

Segundo alguns dados do Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN), em 2017, 89% dos acidentes são causados por homens, enquanto somente 11% deles tem a mão feminina no volante.

As mulheres se envolvem menos em acidentes graves de trânsito

Ainda sobre os acidentes, segundo a Infosiga SP,  93,1% deste tipo de acidentes envolvem o sexo masculino, contra apenas 6,4% do envolvimento feminino.

Já nos Estados Unidos, segundo a CBS News, eles ainda tem 3,4 mais chances de receberem multas por imprudência do que mulheres e, de acordo com Quality Planning, têm 3,1 mais chances de serem flagrados dirigindo embriagados.

As mulheres estão menos envolvidas em acidentes fatais

E isto é bem sério, apesar desse post ter a intenção de aliviar a insegurança feminina, estes dados são alarmantes para a população como um todo. De acordo com a OMS, homens com menos de 25 anos de idade correspondem a 73% das mortes por estradas do mundo.

Só no Brasil, de acordo com dados do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, o índice de homens mortos no trânsito em 2017 foi de 81,5%.

Elas precisam acionar o seguro menos que os homens

Alguns dados que provam que mulheres não dirigem mal

Os dados já listados já ilustram que homens tendem a ter uma direção mais agressiva e, portanto, também têm que acionar mais o seguro. Segundo o Compara Online, em 2017, 70% das indenizações pagas são destinadas à homens, enquanto somente 30% dos acionamentos é feito por mulheres. Inclusive, as indenizações que ele precisaram foram 17% mais caras que as solicitadas por mulheres.

É levando esses números em conta, também segundo o Compara Online, que levam as mulheres à pagar 15% a menos no preço de seus seguros.

Mas apesar de todos os dados

Vale lembrar, que segundo o Infosiga SP, 94% dos acidentes fatais tem como a falha humana como principal causa. Seja por motivos culturais ou não, devemos nos educar de forma a que todos os gêneros causem menos acidentes e para todxs termos ruas mais seguras.

Post com informações do AutoPapo e Terra Dino.

Leia mais:

Carsharing já é realidade em todo mundo: saiba mais!

Intensivo de férias Autoescola Ella

Apps de transporte só para mulheres

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

WhatsApp chat
solicite um orçamento
close slider
solicite um orçamento